terça-feira, maio 11, 2010

Cinema com Batuque: a intervenção cultural da Baixada

O cinema com Batuque é uma intervenção cultural que integra várias linguagens em uma noite: exibição de curtas metragens, apresentações musicais, debates informais, leituras de poesias e abre espaço para expressões espontâneas que possam surgir no meio da platéia.
 
Apresentado pelo “guerrilheiro cultural” Slow da BF, ou simplesmente Slow, o Cinema com Batuque se torna uma opção totalmente diferente de diversão no cenário cultural da Baixada, onde o apresentador instiga a platéia a subir ao palco e se apresentar, para falar o que quiser: desde uma declaração de amor a uma performance de dança.


O “produtor multitalentoso” Márcio Hermínio, ou, Marcio Grafitti, divide o comando do evento, ajudando na produção de todo o projeto, e produzindo também diversos materiais que vão – ou não – ser expostos no dia do evento.
 Realizado através de parcerias entre diversos movimentos culturais, o Cinema com Batuque acontece toda última sexta-feira do mês.




O projeto que originou outros projetos

O Coletivo Anti Cinema foi criado em junho de 2006, durante o projeto Cinema com Batuque, na unidade do Serviço Social do Comércio (SESC) de São João de Meriti, município da Baixada Fluminense, extremamente carente de espaços culturais.

Em atividade há três anos, Cinema com Batuque era um cineclube com exibições mensais que posteriormente incorporou oficinas de produção audiovisual. De suas atividades surgiram coletivos e cineclubes como Anti Cinema, Mate com Angu, Coaxo do Brejo e Goteira, e Cine Guandu (já extinto), entre outros.

Nenhum comentário: